A influência das crenças no Poker

Qual é o seu primeiro pensamento quando alguém fala sobre Poker?

Para algumas pessoas é muito difícil pensar em algo bom, pois estão presas às ideias de que “Poker é um jogo de azar”, “Poker é um jogo muito difícil”, “Poker é um jogo imoral”, “Poker acaba com a vida social de quem o pratica” ou outras coisas do gênero. Contudo, como é possível saber se tudo isso é verdade, sem nunca ter experimentado? A resposta é muito simples: foi algo que alguém disse.


Desde o momento que fomos gerados, somos influenciados inconscientemente por inúmeras variáveis, as mais importantes são: a família, a sociedade e a mídia. Seguimos assim ao longo de nossas vidas, fazendo escolhas baseadas em exemplos, experiências e aprendizados vividos por nós e por aqueles que nos rodeiam.


Dessa forma, criamos nossas crenças - as verdades que o indivíduo toma para si, que moldam tudo o que faz. São elas que determinam nosso comportamento, decisões, resultados, percepção das coisas, do mundo e de nós mesmos. Elas podem ser motivadoras (positivas), nos fazendo entrar em ação; ou limitantes (negativas), nos paralisando diante de determinadas situações.

As crenças são muito poderosas, porém nem sempre retratam a realidade. Isso significa dizer que, constantemente, estamos internalizando crenças que nos impedem de atingir um objetivo, nos boicotando em diversas áreas da vida, mas que nada mais são do que criações da nossa mente.


Muitas dessas crenças limitantes são geradas a partir do nosso medo, da nossa apreensão sobre algo que ainda nem ocorreu. São inúmeros os medos que temos que lidar: de não conseguir atender as expectativas das pessoas ao nosso redor, de sermos julgados e criticados por elas, de não conseguirmos conquistar nossos sonhos, entre outros. Algumas vezes, criamos essas crenças como forma de justificar nossa permanência numa zona de conforto, já que aprender e experienciar o novo, seja ele em qual área for, exigem força e coragem, além de esforço para mudar algumas das nossas atitudes. E tais mudanças podem nos levar a futuras frustrações. Enquanto em nossa zona de conforto tudo é conhecido e, independente de ser bom ou ruim, não nos assusta mais; o novo pode se desdobrar em diferentes formas e a incerteza do seu resultado gerar um certo medo, nos paralisando. Diante desse cenário, vem a necessidade da força para enfrentar os momentos de frustrações e de coragem para levantar-se e seguir em frente.


A boa notícia é que as crenças não duram para sempre: elas podem ser modificadas, melhoradas. Para isso, precisamos realizar constantes análises sobre as crenças que nos limitam, trabalhar os pensamentos que moldam nossas ações e abrir espaço em nossa mente para recebermos novas informações, as quais devemos analisar e refletir sobre elas.


O autoconhecimento (saber quem somos e o que queremos), assim como a clareza nos nossos objetivos e sonhos, também ajudam a nos tornar imunes às influências negativas externas e internas, evitando a autossabotagem.


A dica, então, é reprogramarmos nosso sistema de crenças, transformando-o no mais positivo possível, permitindo-nos observar as situações por outras perspectivas, abraçando a chance de arriscar e tentar algo novo.


Crenças limitantes no Poker

Não são poucas as crenças limitantes que rodeiam o mundo do Poker, impedindo as pessoas de conhecê-lo. Algumas se devem à marginalização da sua história - repleta de lendas sobre cowboys e gangsters, que levaram o Poker a ser tratado como um jogo ilegal ou imoral.


Muito tempo se passou e essas lendas foram se perdendo, porém, outras crenças se formaram com a popularização do Poker no mundo inteiro. Como ainda existem vários aspectos desse esporte que precisam ser discutidos e esclarecidos, o Poker enfrenta vários obstáculos para provar sua legalidade e confiabilidade.


E agora, com o Poker reconhecido como esporte da mente (melhorando a qualidade de vida de seus praticantes), os jogadores encaram novas crenças limitantes sobre jogo. Enquanto muitos nem se arriscam a jogá-lo, por pensar que o Poker é muito difícil de aprender; outros desistem de jogar nas primeiras frustrações, por acreditarem que não são capacitados matematicamente para tal. Quando, na verdade, para terem sucesso no Poker, os jogadores só precisam se dedicar aos estudos e a prática do jogo, e assim desenvolverem as habilidades necessárias.


Não importa o contexto, inúmeras crenças são criadas o tempo todo. Crenças que influenciam positiva ou negativamente nossas ações. Sabendo que são frutos da nossa imaginação, abrigados apenas em nossa mente, cabe a nós decidirmos quais crenças devem ser internalizadas e quais devem ser removidas. Para essa decisão, precisamos estar abertos às novas experiências. Portanto, antes de dizer não ao Poker, experimente-o! Desafie-se a tentar algo diferente!

5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Sorte no jogo... E no amor também!

É famosa a frase que diz: sorte no jogo e azar no amor! Porém, a realidade não é bem essa. Muitos jogadores de Poker são casados e possuem f

  • Facebook Social Icon
  • Instagram

© 2020 The Deck Poker Club. Todos os direitos reservados.

The Deck Poker Club - CNPJ: 20.222.226/0001-44

Rua Dr. Delfim Rennó Moreira, 110 - Jardim Santo Antônio

Santa Rita do Sapucaí, MG, CEP 37540-000

O The Deck Poker Club reserva-se no direito de cancelar, suspender ou modificar a qualquer momento, sem aviso prévio ou qualquer outra condição, conteúdos, eventos, programações e promoções apresentados no site.

WPPCALOPSITA.png