Se está em busca de dinheiro fácil, o Poker não é para você!

Atualizado: Mai 11

Para as pessoas que já estão familiarizadas com o mundo do Poker, é fácil entender que Poker não é sinônimo de dinheiro fácil. Já para aquelas que ainda não conhecem muito bem o esporte, o tema dinheiro pode ser uma das premissas que as afastam do esporte.


Hoje em dia, com a popularização do Poker, está muito comum jogadores se dedicarem ao estudo e a prática do jogo, fazendo dele uma profissão ou uma forma de ganhar renda extra. Devido ao grande preconceito que ainda rodeia o Poker, também é muito comum as pessoas indagarem sobre a sorte desses jogadores, acreditando que, como em jogos de azar, o dinheiro chegou até eles de forma fácil. Mas as coisas não são bem assim.


Quando um jogador se aventura a aprender a jogar Poker, as primeiras informações que recebe referem-se: ao objetivo do jogo – ganhar, a importância da dedicação aos estudos e a prática do jogo, e sobre como ter um bom gerenciamento financeiro (controle do bankroll – banca ou todo o dinheiro que um jogador de Poker destina para jogar); além das informações básicas de como jogar.


Isto porque, para iniciar no Poker é fundamental entender que ganhar não significa ganhar sempre. O que torna um jogador lucrativo nesse esporte é ter ganhos maiores que perdas. Para isso é essencial que se pratique, participando de um grande volume de jogos, buscando sempre maximizar os ganhos e evitar perdas em situações desnecessárias. Por ser um jogo de ganho a longo prazo, é normal ocorrer sequências de derrotas, por isso é necessário ter em mente que há chances de recuperação, desde que sejam envolvidas habilidades psicológicas, matemáticas e estratégicas. (Aprenda a jogar no The Deck Academy).


Para essas fases, onde as derrotas predominam, ter um bom controle do bankroll é de extrema importância. Sua administração deve ser feita de forma responsável, envolvendo muito mais do que apenas definir a quantia necessária para entrada nos torneios, mas também impondo valores máximos para as apostas e limites de perdas. Muitos jogadores quando enfrentam um período de perdas sequenciadas acabam frustrados e entram em tilt (confusão mental e/ou emocional), tomando decisões precipitadas para ganhar a qualquer custo – o que geralmente quebra a banca, podendo até levá-los a falência. (Saiba mais sobre Bankroll no The Deck Academy).


O controle emocional durante todo o jogo é uma das habilidades psicológicas exigidas ao jogador, mas não é a única. Para se tornar um jogador lucrativo de Poker, se fazem necessárias outras habilidades (psicológicas, estratégicas e matemáticas): aprender a analisar o seu próprio jogo, ao mesmo tempo em que interpreta as possibilidades de jogo dos adversários; criar estratégias baseadas nessa leitura do adversário e da mesa, assim como em dados estatísticos matemáticos; e, saber controlar o bankroll, respeitando os limites preestabelecidos.


Entender (e aplicar) tudo isso requer muito estudo e muita dedicação. Por isso, não há dinheiro que vem fácil no Poker. Mesmo em momentos que a sorte se faz presente, se o jogador vacilar, pode colocar tudo a perder. E qualquer lucro ganho no Poker, por mais fácil que pareça vir, só será levado pelo vento se o jogador estiver despreparado para tal sucesso. (Confira os jogadores de sucesso em nossas redes sociais).


24 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Sorte no jogo... E no amor também!

É famosa a frase que diz: sorte no jogo e azar no amor! Porém, a realidade não é bem essa. Muitos jogadores de Poker são casados e possuem f

  • Facebook Social Icon
  • Instagram

© 2020 The Deck Poker Club. Todos os direitos reservados.

The Deck Poker Club - CNPJ: 20.222.226/0001-44

Rua Dr. Delfim Rennó Moreira, 110 - Jardim Santo Antônio

Santa Rita do Sapucaí, MG, CEP 37540-000

O The Deck Poker Club reserva-se no direito de cancelar, suspender ou modificar a qualquer momento, sem aviso prévio ou qualquer outra condição, conteúdos, eventos, programações e promoções apresentados no site.

WPPCALOPSITA.png