TÁ FERVENDO! Depois de declarações e documentário de Mike Postle, Phil Galfond promete encontrar

provas de que o player é culpado


O jogador conta com ajuda da comunidade para coletar os dados

Postado Átala Souza - www.mundopoker.com.br


O escândalo de trapaça envolvendo Mike Postle parece não ter fim. Depois que foi anunciado acordo judicial e a produção de um documentário mostrando a suposta inocência do jogador, a comunidade do poker ferveu no Twitter.


Tudo isso se agravou especialmente quando nomes conhecidos responderam as declarações do diretor de Justin Kuraitis – acusado de ser cúmplice do player – na rede social. Assim, mais um importante craque com uma reputação impecável resolveu tirar a história a limpo, o Phil Galfond.


“Eu sou um cara ocupado. Provavelmente nunca mais pensaria em Postle novamente, mas @JFKPokerTD e @StonesGambling responderam a uma ‘vitória’ legal provocando as vítimas. Se colocarmos todos os Hand Historys no Poker Tracker ou em uma planilha, eu mesmo criarei um relatório detalhado com provas (ou falta delas)”, disse o dono do Run It Once Poker.


De acordo com o especialista em Omaha, as pessoas que haviam investigado as jogadas de Postle anteriormente se concentraram na taxa de vitória. Entretanto, ele não considera esta a forma mais eficaz para comprovar a culpa ou inocência do jogador, sendo necessário avaliar outros comportamentos e variáveis.


“Qual foi sua taxa de sucesso no blefe no river? Com que frequência ele fez uma grande aposta ou aumentou contra os (próximo) nuts ? Com que frequência ele fez uma ação agressiva com em um empate?”, comentou Phil.


Ainda segundo o player, tomando essas e outras questões comparadas com a média, dá para perceber uma grande diferença nos resultados como se Mike Postle pudesse ver as cartas. Para isso, é preciso analisar cada mão que o suposto trapaceador realizou durante as disputas.


Logo depois do anúncio da investigação, Justin Kuraitis respondeu o profissional. “Imagine uma comunidade inteira acusando um homem de trapaçear, destruindo sua vida, nome, reputação e, em seguida, admitir publicamente que ainda não compilou os dados. Não pare até atingir + $ 100k em ganhos inflacionados. Estou ansioso por suas descobertas”, comentou.


Perguntado qual é o objetivo de fazer toda essa investigação, Phil Galfond foi bem claro ao compartilhar tweet da denunciante do caso Veronica Brill. “Continuo sendo ameaçada com processos judiciais de Mike e Justin. Estou pensando que, se for notificada, poderei prosseguir ao tribunal e participar de um pré julgamento. Provavelmente poderia intimar registros telefônicos também. A verdade é uma defesa incrível.”, escreveu.



Primeiros passos de Galfond contra Postle


Para colocar em prática o prometido, Phil Galfond conta com a ajuda de voluntários para a coleta de dados. Segundo o craque, qualquer pessoa interessada em contribuir pode se juntar a eles. Além disso, o profissional disse que é apenas alguém organizando todo o processo, mas que isso não impede de outros fazerem suas próprias investigações.


Galfond também informou que já tem todos os vídeos relevantes para realizar as primeiras análises e que em breve convocará mais voluntários para ajudar no processo de transcrição das mãos. Com este passo concluído, Phil e os ajudantes pretendem converter as jogadas em dados estatísticos.


“Pretendo fazer minha própria análise e escrever um relatório sobre minhas descobertas, independentemente do resultado. Vou compartilhar dados com outras pessoas que desejam fazer o mesmo. Existem muitas pessoas mais qualificadas do que eu para fazer análises estatísticas, mas acredito que posso criar um relatório de valor como um ‘especialista em poker’”, twittou.



Em seguida compartilhou quais diretrizes pretende tomar como ponto de partida para a sua análise. Entre os 17 questionamentos está, por exemplo, foldar uma aposta no river com a pior e a melhor mão. Phil Galfond ainda pediu sugestões aos colegas.



Sugestões da comunidade do poker


Patrick Leonard comentou a publicação e explicou o porquê de achar os itens insuficientes para comprovar a culpa ou inocência de Postle. “Hmmm, acho que muitos deles são falhos apenas do ponto de vista do tamanho da amostra. Como não fazer 4 / 5bet quando os oponentes têm aa / kk etc, acho que é um tipo de estatística bastante desnecessária. Mas é ótimo que você esteja liderando algo, eu sinto que isso está um pouco errado”, disse.


O bicampeão PLO8 da WSOP, Nathan Gamble, descordou do colega. “Esta é a melhor maneira de fazer isso. Compare maçãs com maçãs se você tiver mãos suficientes. Descubra qual é a porcentagem ideal de ação realizada e como ela difere do padrão e com que frequência está correta. Este é o segundo apenas para ganhos exatos por BB REAL (atitude indecisa / ação varia muito)”, comentou.


Só nos resta esperar para vermos as cenas dos próximos capítulos que agora temos certeza que continuarão. Se eles serão os responsáveis pelo capítulo final? Aí já não tem como saber tão cedo. Por isso, continue acompanhando todos os detalhes aqui no Mundo Poker.

1 visualização
  • Facebook Social Icon
  • Instagram

© 2020 The Deck Poker Club. Todos os direitos reservados.

The Deck Poker Club - CNPJ: 20.222.226/0001-44

Rua Dr. Delfim Rennó Moreira, 110 - Jardim Santo Antônio

Santa Rita do Sapucaí, MG, CEP 37540-000

O The Deck Poker Club reserva-se no direito de cancelar, suspender ou modificar a qualquer momento, sem aviso prévio ou qualquer outra condição, conteúdos, eventos, programações e promoções apresentados no site.

WPPCALOPSITA.png