Tô na Área! Triple Crown, mudança de estilo de vida e confusão de Patrick Leonard:

Conheça o craque Roberto Firmino


O player comentou sobre a constante confusão com o nome no poker online

Postado por Átala Souza - www.mundopoker.com.br

Não são todos que têm no currículo o título da Triple Crown Online e hoje você vai conhecer a história de um dos jogadores que fez essa façanha: Roberto Firmino, e não o confunda com o jogador da Seleção Brasileira como o Patrick Leonard fez recentemente.

O mineiro Firmino até confessou que esta não foi a primeira vez da confusão. “É algo recorrente nas mesas do PS já que meu nick se refere ao meu nome, mas foi muito bacana ver um cara que é referência no esporte, mesmo que por engano, se referir a mim”, disse.


Mas voltando ao assunto da Triple Crown, o player foi campeão na mesma semana do Double Deuce no PokerStars, do Bounty Hunter $55 no partypoker, e no Daily Special $33 do GGN8. “Me sinto muito realizado com todo esse êxito conseguido nesse mês, veio para coroar todo o estudo e dedicação que eu tive e só me motiva para buscar mais”, contou.


Assim como a maioria das profissionais de poker, Roberto Firmino descobriu o poker através de amigos e logo que iniciou os estudos universitários percebeu algo fundamental para se tornar quem é hoje. “Já sabia que não era aquele caminho predefinido ali que eu queria seguir e fui estudando mais e buscando evoluir no poker que me interessava bem mais no momento”, falou.


Como o mineiro já tinha nas veias a competitividade e a disciplina herdadas da época do futsal, logo se encontrou no esporte. No entanto, a família ficou com o pé atrás com a decisão de investir no jogo de cartas.


“Meus pais sempre me apoiaram muito em tudo, mas teve sim um conflito no início quando as coisas não dão muito certo no curto prazo. É muito difícil explicar para alguém de fora do poker que você pode ficar um tempo consideravelmente grande sem lucrar. Os pais sempre querem o melhor para o filho e no momento não parecia que o poker era a melhor decisão. A minha família também tem um histórico um pouco negativo com jogos e apostas em geral, o que influencia essa resistência inicial”, comentou.


Levando o poker mais a sério

Não à toa Firmino tem no seu perfil do Instagram a frase em inglês que diz o seguinte: “a maioria das pessoas morre aos 25 anos e não é enterrada até os 75 “. Para o jogador o significado dela é muito simples e funciona como um guia. “Representa a vontade e necessidade de sentir a sua vida e não tratá-la como uma lista de compras e chegar no final do dia enganado e frustrado porque fez tudo que queriam que você fizesse e não o que você deve fazer”, explicou.


Seguindo sua vontade de viver do poker, em 2018, quando conquistou resultados significativos no online e live, Roberto decidiu realmente se tornar um profissional. “Bem no início da minha trajetória, eu entrei para a CardRoom que foi uma experiência bem curta. Depois fiquei muito tempo jogando por conta até que no ano passado eu entrei para o extinto Resenha, que se fundiu com o Samba, e desde março jogo para um time gringo chamado PokerDetox”, revelou.


De acordo com o player, os estudos também ficaram mais contínuos na rotina e direcionados ao fazer parte de time de poker. “Consegui organizar melhor meu tempo, estudar o que eu realmente precisava para evoluir e ter um suporte muito bom tirando dúvidas”, falou.


Assim, mantendo o foco nos estudos e a determinação de fazer história no esporte da mente, Roberto Firmino se consagrou campeão mineiro de poker. “Foi uma experiência muito legal além de ser um torneio que eu sempre quis cravar desde que comecei a jogar poker”, disse.


Passado e Futuro

“Além da mudança de time, comecei a fazer terapia, parei de fumar e adquiri hábitos mais saudáveis nesse período, o que melhorou a qualidade do meu grind e foi essencial para esse bom momento que eu vivo” disse Roberto Firmino

Porém, antes de Roberto Firmino viver esta época de tantas conquistas no online e no live, ele passou por um momento complicado recentemente. “2019 foi um ano muito complicado para mim, onde eu sofri demais, mas evoluí com essa experiência. Eu vim de um 2018 muito bom no poker e no aspecto pessoal, e no início do ano tomei a decisão de focar mais no poker live sem ter a banca necessária para aguentar a variância (ainda jogava por conta), e quando ela chegou isso me abalou bastante psicologicamente. Comecei a jogar mal e questionar bastante a minha decisão, fiquei muito inseguro e me sentia perdido constantemente e no momento eu era muito orgulhoso para pedir ajuda (sempre gostei de resolver tudo sozinho)”, revelou.


Até que o jogador viu que a melhor alternativa no momento era pedir ajuda e que tudo bem fazer isso, afinal, em algum ponto da vida, vamos precisar estender a mão para isso ou para ajudar o próximo. Então o profissional entrou em contato com o até então Resenha Poker Team. Com o suporte e coaching de feras nacionais como Pedro Padilha, Pitão e João Fera, Roberto Firmino começou a mudar o cenário no qual se encontrava.


Depois com a fusão do Resenha e Samba, o campeão mineiro encontrou outro o time para continuar a sua evolução nas cartas. “Foi aí que o PokerDetox entrou na minha vida, com um método de ensino que e se provou bastante eficaz para mim, consegui evoluir bastante em pouco tempo e me adaptei muito bem ao time, que tem um suporte fenomenal em todos os aspectos. Além da mudança de time, comecei a fazer terapia, parei de fumar e adquiri hábitos mais saudáveis nesse período, o que melhorou a qualidade do meu grind e foi essencial para esse bom momento que eu vivo”, comentou.


Então tudo começou a se encaminhar e aí veio tanto o título em Minas Gerais como o Triple Crown Online, que vocês já sabem. Mas quais serão os próximos passos do craque no poker? Alguém se arriscaria dizer como ele quer estar daqui a cinco anos? É melhor deixá-lo falar, né? “Eu pretendo chegar ao topo do esporte, virar referência no jogo e ter uma carreira consolidada sendo capaz de bater os limites mais caros online”, falou ele que tem como inspirações Phil Ivey,  Ivan Stokes e Pedro Padilha.


Enquanto a gente fica de olho nos próximos passos do Roberto Firmino, vai aqui os agradecimentos dele para quem sempre o apoiou nesta trajetória no poker. “Primeiramente os meus pais que sempre me ajudaram nos melhores e piores momentos, minha irmã  e terapeuta Grécia Catarina e a minha família em geral. Depois agradecer os meus amigos que sempre me ajudaram da forma que conseguiram, Quarteto TAMO JUNTO!! Agradecer também a turma do Resenha que me deu uma oportunidade muito boa e na qual aprendi bastante e agradecer ao Ivan e ao PokerDetox que contribuem diariamente com o meu crescimento”, comentou.

5 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Instagram

© 2020 The Deck Poker Club. Todos os direitos reservados.

The Deck Poker Club - CNPJ: 20.222.226/0001-44

Rua Dr. Delfim Rennó Moreira, 110 - Jardim Santo Antônio

Santa Rita do Sapucaí, MG, CEP 37540-000

O The Deck Poker Club reserva-se no direito de cancelar, suspender ou modificar a qualquer momento, sem aviso prévio ou qualquer outra condição, conteúdos, eventos, programações e promoções apresentados no site.

WPPCALOPSITA.png